Tenho, aos poucos, ido embora


Numa de nossas conversas corriqueiras, escutei você dizer que odeia perder as chaves do carro. Assim, do nada, foi o que você falou. Imagina então, quando você se der conta de que me perdeu. Imagina só quando você se tocar que o que era teu, já não te pertence. Logo você que sempre dizia: "Das minhas coisas cuido eu", parece não ter notado que tenho, aos poucos, ido embora. Fico pensando se fará alguma diferença perder meu coração junto com as suas chaves ou quem sabe as chaves te façam mais efeito. Quem sabe? Pra quem odeia perder as coisas, você tem provocado em mim uma imensa vontade de fugir de ti e, mesmo assim, tenho me obrigado a ficar te lembrando repetidas vezes onde estão os objetos esquecidos, até mesmo onde está meu coração... Toma cuidado, não esquece onde guarda ele não... Um dia, quem sabe, eu não estarei mais aqui pra te lembrar onde você deixou jogado o que, na verdade, nunca era pra ter sido achado.

COMENTÁRIO(S) PELO FACEBOOK

Postar um comentário